“Boa Vista é pioneira no Brasil”, destacam especialistas durante Fórum Nacional da Primeira Infância

  

Jornalista: Ceiça Chaves

O Fórum Nacional da Primeira Infância aconteceu nestes dois dias, 12 e 13 de junho, e entrou para a história de Boa Vista, que se consolida, de fato, como a Capital da Primeira Infância. O evento reuniu especialistas de países como China, Japão, Estados Unidos e Holanda, representando instituições como Universidade de Harvard, Academia de Ciências de Nova York, as fundações Maria Cecilia Souto Vidigal, Getúlio Vargas e Bernard Van Leer.

O evento reuniu cerca de 1.200 pessoas no Teatro Municipal. Ao todo, 11 palestrantes passaram pelo palco e compartilharam informações e suas experiências com o público nas áreas da educação, saúde, economia e mídia. Entre eles, Mariana Luz, CEO da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, que elogiou a integração das ações voltadas à primeira infância que são desenvolvida em Boa Vista.

“Boa Vista é pioneira. É um grande exemplo para o Brasil. Vemos aqui a união de diversos fatores, vontade política, um corpo técnico qualificado e a intersetorialidade nas ações. Vemos a educação atuando, a assistência social e a saúde. Ou seja, você está unindo os elementos necessários para que a criança seja o olhar prioritário e seja beneficiada com esse conjunto de ações que estão acontecendo aqui que, de fato, seja modelo e referência para todo o país”, declarou.

O primeiro Fórum de Boa Vista discutiu o tema “O poder transformador do cuidado nos primeiros anos de vida”, com profissionais de diversas áreas, entre eles, universitários.  Teve como objetivo sensibilizar e compartilhar as melhores práticas em diversas áreas de atuação e estimular a sociedade a atuar na promoção contínua e responsável do desenvolvimento da primeira infância.

A caminhada de quase sete anos da prefeita Teresa Surita, dedicados a cuidar da primeira infância, surtiu grandes efeitos tanto dentro como fora da capital roraimense e será o maior legado da gestão para Boa Vista.

“Demos um passo gigante nesses dois dias. As palestras impressionaram muito. Conseguimos fazer uma sequência lógica, onde entramos com economia, educação, saúde, jornalismo, com pessoas muito capacitadas e reconhecidas. Tivemos o tempo todo a sala lotada, de 1.100 lugares aonde as pessoas participaram, perguntaram, conheceram e compreenderam aquilo de mais moderno tem hoje na primeira infância”, declarou a prefeita.

Maria José Pereira e Sonia Araújo vieram de Niterói para Boa Vista especialmente para conhecer a prefeita e o trabalho que é desenvolvido na cidade. Elas buscam inovações para um projeto que vem sendo pensado para ser aplicado no lugar onde vivem.

“Foi uma boa oportunidade, muitos conhecimentos e informações. Ficamos encantadas com a perspectiva de investimento global na cidade envolvendo a primeira infância, desde espaços públicos. Eu nunca ouvi falar em banheiro público para criança. Isso parece um mero detalhe, mas é uma construção que, de fato, envolve a primeira infância”, declarou Maria José.

Sonia viu a importância da intersetorialidade nas ações desenvolvidas em Boa Vista. “Isso é um ganho muito grande, otimizando e potencializando todas as ações. Achei muito importante essa visão de trabalho em Boa Vista. Vamos sugerir ao nosso prefeito que venha falar com a prefeita Teresa Surita, porque achei muito legal o trabalho desenvolvido aqui”, disse a participante.